5 hábitos que atrasam o seu tratamento odontológico

Os cuidados adequados e práticas de higiene são essenciais para que o tratamento odontológico seja mais qualificado. 

No entanto, muitos dentistas percebem que o tratamento demora mais do que o esperado porque o paciente não se cuidou adequadamente.

Durante o tratamento ortodôntico, por exemplo, certas atitudes devem ser evitadas para garantir bons resultados em tempo hábil.

Felizmente, esta é uma situação que pode ser revertida com paciência e dedicação. Veja quais hábitos atrasam o tratamento odontológico e como você pode evitá-los a seguir.

5 atitudes que atrasam tratamentos odontológicos

Se você usa aparelho, precisa estar ciente de que é necessário dar atenção especial à sua boca diariamente.

Uma boa higiene bucal é um dos cuidados indispensáveis, mas não é o único. 

Tal qual ocorre na manutenção de nobreaks (e diversos outros equipamentos para garantir o pleno uso), adotar medidas contínuas de cuidados e vistoria é crucial ao longo do tratamento odontológico para alcançar os resultados esperados. 

Saiba o que não fazer para evitar atraso e garantir a qualidade do tratamento a seguir.

  1. Higiene bucal inadequada

Não há dúvidas de que uma boa higiene bucal é sinônimo de um sorriso bonito e saudável. E, claro, o mesmo vale para a higiene bucal durante o tratamento odontológico.

Escovar os dentes com aparelho ortodôntico pode levar algum tempo, mas é importante limpar completamente tudo o que está conectado aos dentes.

Para fazer isso, use a escova mais adequada, como uma escova interdental para remover resíduos das estruturas e espaços ao redor do aparelho a fim de remover o acúmulo de placa bacteriana dos dentes e bráquetes. Por fim, use um enxaguante bucal.

  1. Não comparecer às consultas

Se você está recebendo tratamento ortodôntico, lembre-se de que visitas regulares são essenciais para determinar a duração do procedimento e garantir seu pleno desenvolvimento.

Os especialistas precisam dessas reuniões para fazer os ajustes necessários e garantir que o dispositivo esteja funcionando corretamente.

Portanto, longas esperas entre as manutenções podem prolongar o uso de dispositivos fixos. Então, deixe de lado a preguiça e consulte seu ortodontista sempre que achar necessário, mantendo a regularidade mensal de ajuste.

  1. Consumir alimentos duros e pegajosos

Aparelhos fixos geralmente não quebram com facilidade, mas uma das principais causas quando isso acontece é o tipo de alimento que o paciente consome.

Isso porque alimentos duros e pegajosos, como balas, pipoca e amendoim, podem quebrar a estrutura ou ficar presos no aparelho, interrompendo todo o processo de limpeza e atrasando o tratamento ortodôntico.

  1. Maus hábitos

Além de ter cuidado com os alimentos duros, é preciso estar atento a alguns hábitos diários.

Por exemplo, roer as unhas é um hábito aparentemente banal. No entanto, ele pode ser bastante prejudicial para a saúde bucal e pode atrasar o tratamento ortodôntico.

Isso ocorre porque esse hábito tensiona muitos músculos da boca, pode ferir as gengivas, bem como quebrar os bráquetes.

Além disso, vale evitar morder objetos como tampas de canetas e óculos para que o tratamento possa continuar dentro do tempo recomendado pelo especialista.

  1. Escolher um especialista ruim

A escolha do profissional é determinante para um procedimento de sucesso e a conclusão do tratamento no tempo estimado.

Assim, nas primeiras consultas, o dentista deve apresentar todo o plano de tratamento, definir um prazo e as garantias do contrato.

No entanto, é importante lembrar que desvios podem ocorrer ao longo do tempo, por diferentes motivos, como uma resposta mais devagar do corpo para a correção dentária, por exemplo.

Isso ocorrerá, principalmente, se, por exemplo, devido a uma rotina agitada dentro de uma empresa de Embalagem para cupcake o colaborador não seguir o tratamento e cuidados recomendados, não realizando a manutenção indicada.

Assim, é preciso considerar que o tratamento ortodôntico é um processo passo a passo e requer a cooperação dos pacientes, que devem manter os cuidados mesmo frente a viagens de trabalho ou reestruturação de uma área contábil, por exemplo.

Além disso, evitar alguns hábitos negativos e relatar problemas ou dificuldades ao seu dentista facilitará a superação sem demora e contribuirá com a obtenção do resultado final desejado.

Conheça as etapas do tratamento ortodôntico

Os dias em que o tratamento ortodôntico era muito demorado acabaram. Isso porque a odontologia avançou e, hoje em dia, é perfeitamente possível ter excelentes resultados em menos tempo, analisando criteriosamente cada caso e identificando a forma de tratamento mais efetiva.

Para destacar a importância da colaboração do paciente, seja ele o responsável pelo instrumental cirúrgico, um caminhoneiro ou um auxiliar de cozinha, detalhamos os estágios típicos de tratamentos ortodônticos a seguir.

Diagnóstico

Todo tratamento ortodôntico começa com a primeira consulta com um dentista – mas o diagnóstico vai muito além do primeiro exame clínico.

Essa etapa normalmente requer um exame cuidadoso do paciente para identificar o problema e solicitar testes adicionais para desenvolver um plano de ação mais efetivo para o tratamento. 

Após examinar o caso, o especialista deve informar ao paciente o diagnóstico e sugerir opções de tratamento coerentes como atendimento medico domiciliar.

Instalação do aparelho

A colocação do aparelho marca o início do tratamento real. 

Após a decisão do paciente, novos exames e fotografias podem ser feitos para entender a situação inicial e, em seguida, os aparelhos ortodônticos são fixados nos dentes. 

Cada tipo de aparelho tem uma colocação diferente. Por exemplo, o modelo fixo tradicional demandará a colagem individual dos braquetes, enquanto os alinhadores transparentes serão desenvolvidos considerando toda a estrutura dental.

A partir da colocação, os dentes começam a se movimentar, ajudando a corrigir o problema.

Durante o tratamento, é importante manter uma higiene impecável para evitar cáries e outras doenças que afetam a saúde bucal, devendo haver um pgr programa de gerenciamento de riscos junto ao profissional para a devida manutenção.

Alinhamento dos dentes

O alinhamento é uma das etapas mais importantes do tratamento ortodôntico, pois os dentes precisam ser alinhados horizontalmente para uma movimentação efetiva. 

Por isso, a primeira correção geralmente é feita com fios finos, que estimulam o giro para alinhar os dentes na posição correta.

Em alguns casos, a extração de um dente pode ser necessária, mas para a maioria das pessoas o alinhamento é natural e sem maiores problemas.

Correção

Mais espesso que o utilizado na etapa anterior, o fio de aço combinado com o elástico promove a movimentação dentária para fechar lacunas, corrigir os desvios, fechar a mordida aberta ou definir a meta originalmente definida. 

Esta é uma das etapas mais demoradas do tratamento ortodôntico, mas depois de um tempo você obterá resultados promissores e poderá atuar em suas atividades diárias, principalmente naquelas em que o contato com o público é ampliado, como em uma empresa que oferece Balança de mercado ou recepção de clientes, com mais segurança e autoestima.

Finalização

Agora que os dentes estão na posição correta, é hora de finalizar o tratamento. 

Isso pode exigir o uso de elásticos verticais, dobra de arcos ou a instalação de bráquetes e acessórios extras.

Mesmo que o paciente esteja satisfeito com seu sorriso, dar um passo rápido pode comprometer o sucesso do tratamento.

A etapa final é a mais trabalhosa para os profissionais e exige cooperação e paciência do paciente.

Contenção

Depois de retirar o aparelho, o tratamento ainda não acabou. Os primeiros meses são considerados um período de adaptação dos dentes à nova posição e é importante que haja uma estrutura para mantê-los alinhados.

Para auxiliar nesse processo, o dentista pode recomendar a colocação de contenções fixas ou removíveis para aumentar a estabilidade da arcada dentária. 

Aqui, as consultas podem ser mais espaçadas, mas é essencial que sejam mantidas para o devido acompanhamento do caso.

Assim como acontece com estudo de impacto ambiental, nem sempre é possível estimar a duração das etapas individuais do tratamento ortodôntico e podem haver algumas adequações no decorrer do processo.

Todos os organismos reagem de forma diferente, de modo que cada paciente tem seus próprios requisitos de tempo para resolver o problema de forma eficiente e duradoura. 

Em qualquer caso, é importante realizar todas essas etapas para obter os melhores resultados e alinhar o tratamento junto ao profissional sempre que necessário.

Benefícios do tratamento odontológico

Pacientes com dentes tortos ou desalinhados têm poucas possibilidades de fazer uma higiene bucal adequada.

Além disso, problemas ortodônticos podem sobrecarregar os músculos da mastigação, levando a dores de cabeça, disfunção de articulações e muitas outras doenças. 

Portanto, o tratamento ortodôntico visa solucionar todos esses problemas, melhorar a saúde bucal, proporcionar qualidade de vida e possibilitar aos pacientes muitos outros benefícios. 

Hálito saudável

Como já mencionado, os dentes tortos dificultam a higiene bucal dos pacientes. Isso leva ao acúmulo de resíduos entre as estruturas bucais, causando mau hálito.

Poucas pessoas sabem, mas o mau hálito está frequentemente associado a problemas gastrointestinais, e dentes tortos também podem estar associados a isso.

Dentes desalinhados geralmente interferem na mastigação, interferem no processo digestivo e causam problemas a longo prazo.

Melhora da autoestima 

Outro benefício que o tratamento ortodôntico traz aos pacientes é a melhora significativa da autoestima.

O uso de aparelhos ortodônticos vai muito além da estética, mas cabe ressaltar que essa é uma das grandes vantagens.

Quando se fala em correção de alinhamento, fala-se não só dos dentes, mas também da harmonia de toda a face do paciente. Isso não só deixa o sorriso mais bonito, mas também deixa todo o rosto mais harmonioso.

O paciente fica mais feliz e confiante, o que tem um efeito positivo em todos os seus relacionamentos pessoais, bem como no dia a dia profissional, independentemente de atuar em escritorio virtual ou com o atendimento direto ao público.

Inclusive, cabe dizer ainda que a autoestima pode influenciar diretamente na segurança transmitida durante as interações sociais. 

Com isso, caso a pessoa trabalhe com a venda de produtos, por exemplo, ela ainda pode ter uma melhora significativa em sua produtividade devido a confiança passada.

Diminuição das cáries

Para prevenir as cáries, é importante manter a saúde bucal em dia. No entanto, pacientes com dentes tortos -como dito anteriormente – podem ter dificuldade em limpar a área bucal.

Mesmo com a escovação ou fio dental, algumas áreas não podem ser alcançadas devido ao desalinhamento dos dentes, o que pode levar ao acúmulo de tártaro, periodontite e cárie dentária. 

O tratamento ortodôntico adequado restaura o alinhamento dos dentes e facilita a higiene para todos.

Menos resíduos se acumulam e o aparecimento de cáries e outras doenças bucais é evitado, entre elas:

  • Placa;
  • Gengivite;
  • Halitose;
  • Tártaro.

Assim, compreende-se que o tratamento odontológico possui uma série de benefícios, mas deve ser seguido à risca pelos pacientes.

A partir de hoje, a visita ao dentista deve ser levada tão a sério quanto a profissão relacionada à tinta epóxi preço, visto que, assim como diversos fluxos de trabalho, um descuido e/ou atraso pode comprometer todo o processo de tratamento e atrasar os bons resultados.Esse texto foi originalmente desenvolvido pela equipe do blog Business Connection, onde você pode encontrar centenas de conteúdos informativos sobre diversos segmentos.

Deixe comentário

Seu endereço de e-mail não será publicado. Os campos necessários são marcados com *.