Descubra a importância de humanizar as consultas

Quando se trata de humanizar os relacionamentos interpessoais, o conceito também deve ser adotado na área da saúde. 

Afinal, ninguém procura um médico, particular ou pelo SUS – Sistema Único de Saúde, sem estar preocupado com o seu bem-estar.

Por esse motivo um asilo geriátrico precisa primar pela qualidade dos serviços prestados, pela estrutura oferecida aos usuários e aos parentes dos idosos, acompanhando sempre a ética entre os profissionais.

O conceito de humanizar as consultas parte de uma visão mais diferenciada com relação ao paciente, vendo-o como um ser humano completo que precisa de acolhimento e carinho para alcançar a cura dos seus males físicos ou psicológicos. 

Providos destas condições, eles se recuperam mais rápido e satisfatoriamente inclusive quando colocam botox para afinar nariz, pois se sentem respeitados e compreendidos e podem indicar a clínica do procedimento para outras pessoas. 

Dessa forma, a clínica ou o hospital, junto com os gestores, funcionários e parceiros ganham reconhecimento, com a vantagem de melhorar o clima organizacional e gerar mais receitas. 

O tema da humanização está agregado ao ambiente e às relações acolhedoras realizadas nas unidades de saúde, por exemplo, ou em escolas infantis que fornecem maternal particular para os pais preocupados com seus filhos. 

No exemplo dessas escolas, as crianças devem ser tratadas como seres humanos, de forma benévola e afável para que não haja distanciamento entre elas e os profissionais.

O bem-estar dos pacientes é o foco da humanização de um consultório médico, melhorando a qualidade dos serviços, mantendo a equidade e potencialização dos tratamentos, reduzindo o tempo de cura.

Pequenas gentilezas por parte dos médicos, enfermeiros, auxiliares e funcionários administrativos tornam o processo do dia a dia de um paciente com problemas de saúde mais fácil e leve, tirando aquela impressão de não estar sendo bem atendido.

Afinal, a comunicação harmoniosa em creches e jardins de infância não violenta e nem fere as pessoas que precisam delas, pois deve conferir clareza e simplificar o planejamento e a execução de processos burocráticos necessários.

Portanto, a cultura do bom atendimento e do acolhimento respeitável, nas unidades de saúde, consultórios e hospitais precisa ser bem implantada e gerenciada, por meio dos seus gestores, com atitudes que sejam condizentes com o que é oferecido.

A estrutura e a jornada do paciente com problema nas mãos causado pelo trabalho de gravação baixo relevo em metal, dentro do estabelecimento que o atende precisa encontrar ambientes confortáveis para a espera e informações corretas, evitando filas.

Outro fator importante é que a humanização nas consultas, por exemplo, pode orientar o paciente qual terapia ele vai utilizar para seu problema específico, impactando sobre a sua escolha, que nesse momento pode ser um pouco difícil de escolher.

As pessoas que procuram um serviço de saúde estão passando por momentos delicados e confusos. Suas emoções estão exageradas e dar atenção e tranquilidade são atitudes importantíssimas para que eles se equilibrem e recebam o suporte adequado.

Qual a importância de humanizar as consultas 

A humanização é importante porque com as atitudes e ações promovidas em um consultório, por meio da equipe de profissionais, como médicos e seus auxiliares, fidelizam os pacientes, que retornam, sempre que necessitarem dos serviços. 

O atendimento humanizado na área da saúde é essencial, facilitando a troca de informações entre os pacientes, os profissionais, atingindo também os parentes, propondo uma proximidade maior, em vez de contatos frios e distantes. 

A entrevista com o paciente, conhecida como anamnese, esclarece os dados sintomáticos e questões essenciais para que o diagnóstico seja preciso e também mostra condições preexistentes que possam estar causando os problemas.

Isso significa que até um consultório dentário que usa totem em ACM precisa que o profissional dê atenção adequada ao paciente, pois muitas vezes ele é medroso e inseguro diante de um tratamento necessário. Pode até passar muito mal.

Características de um atendimento humanizado 

Nesse sentido é fundamental a aplicação de diretrizes que ampliam os cuidados com os pacientes, dando voz a todos os que estão envolvidos no atendimento, adaptando processos culturais e de infraestrutura, por meio de cursos ou capacitação profissional.

Existem referências para a identificação se o atendimento humanizado está realmente sendo aplicado e a lista abaixo, mostra alguns deles, tais como:

  • Acolhimento;
  • Gestão participativa e cogestão;
  • Ambiência;
  • Consultório ampliado e compartilhado;
  • Valorização do colaborador;
  • Defesa dos direitos dos pacientes.

O acolhimento diz respeito ao modo como é reconhecido, às necessidades de saúde da pessoa que usa babador descartável dentista, no âmbito psicológico, por exemplo. Este acolhimento, sendo adequado, gera confiança no paciente.

A gestão participativa e cogestão é formadora dos locais em que os envolvidos vão atuar. É responsável pela experiência nos cuidados à saúde, promovendo espaço para os retornos, opiniões e sugestões de melhorias por parte dos pacientes.

O ambiente e os espaços acolhedores e saudáveis oferecidos aos pacientes precisam ser estruturais e físicos, abrangendo o aspecto ético e psicológico também. Portanto, o conserto compressor de ar deve ser realizado do lado externo de um consultório.

Existe uma ferramenta de gestão que é utilizada para encontrar soluções de consultórios compartilhados, onde os profissionais e os pacientes se comprometem com as terapias indicadas e com as atitudes necessárias no combate às doenças.

Lembrando que não pode ser esquecida a valorização de todo colaborador, seu empenho vai refletir no trato com os pacientes, qualificando os serviços prestados. Portanto, os funcionários precisam participar de cursos e estarem sempre atualizados.

Por último, é dever de todo funcionário garantir os direitos nos atendimentos e nas marcações de consultas, fazendo com que a equipe compartilhe ou não as condições de saúde dos pacientes.

Benefícios da humanização de serviços de saúde

Algumas das vantagens disso são a melhoria da qualidade de vida, comunicação adequada para a tranquilidade dos pacientes, e eficiência nos procedimentos, permitindo melhores resultados. Assim como:

  • Melhoria na eficácia dos tratamentos escolhidos;
  • Acompanhamento constante antes, durante e após o tratamento;
  • Apoio nos momentos frágeis e estressantes do paciente;
  • Satisfação por parte do paciente, quando bem acolhido.

Além da maior confiança no consultório aos olhos do paciente e familiares, impactos positivos no clima da organização, e fidelização dos pacientes.

Como aplicar a humanização nos consultórios

Há de se compreender que nem tudo pode depender do comportamento dos funcionários, pois a cultura e a organização interna são diferentes em cada local. 

Porém, algumas condutas são necessárias, para que essa estratégia seja aplicada, como:

  • O relacionamento com o paciente deve acompanhar a sua jornada;
  • As conversas e a linguagem corporal utilizada deve ser adequada;
  • Promover resultados positivos ajudam a ganhar a lealdade do usuário;
  • Tentar entender as dúvidas do paciente;
  • Responder adequadamente a cada questionamento e queixa;
  • Manter um relacionamento empático com os familiares;
  • Conversar e orientar as pessoas responsáveis pelo paciente;
  • Treinar as equipes para que conversem com os familiares cautelosamente;
  • Ter comunicação assertiva, interna e externamente no consultório;
  • Ser transparente nas informações prestadas;
  • Fornecer infraestrutura aos pacientes em qualquer condição que eles estejam;
  • Investir em novas tecnologias na área da saúde;
  • Liberar dados online para maior praticidade entre os familiares. 

Portanto, os ambientes dos consultórios devem ser alegres, arejados e agradáveis, pintados com tintas claras, proporcionando bem-estar aos pacientes e familiares, passando tranquilidade. 

É fundamental dar atenção ao paciente, que já chega ao local com muitas preocupações com seu estado de saúde física e emocional. 

Os ambientes que são colaborativos tornam o atendimento acolhedor, sem filas longas, que no final das contas não favorece em nada o estado de um paciente que está passando mal, por exemplo.

Quando atendido no consultório médico, por uma recepcionista que está treinada na transmissão das informações, o paciente percebe que pode confiar neste local e o consultório ganha a possibilidade de ser indicado para outros.

Todos que estão envolvidos na aplicação dessa estratégia de humanização só têm a ganhar, pois juntos podem construir os melhores caminhos para que o relacionamento seja harmonioso.

Considerações finais

Portanto, humanizar consultas e ambientes voltados à saúde tem a responsabilidade de tornar o paciente o centro das atenções. A relação entre mente, corpo e espírito é ponto fundamental quando se lida com problemas de saúde, tudo está unido.

A influência física e psicológica afeta, e muito, a conduta do paciente, bem como dos familiares ou responsáveis por ele. O estresse é sempre muito grande e o trato ao lidar com todos eles contribuem durante o tratamento.

Sendo assim, é de fundamental importância tornar o atendimento mais eficaz com essa estratégia, pois a prática favorece, por exemplo, a concentração de pacientes nos hospitais, reduzindo a contaminação, bem como a transmissão de doenças.

Qualificar equipes de trabalho, conhecer profundamente o paciente, trabalhar com acolhimento e respeitar todas as diferenças são palavras-chaves essenciais para as instituições de saúde que optam pela humanização. 

Esse texto foi originalmente desenvolvido pela equipe do blog Guia de Investimento, onde você pode encontrar centenas de conteúdos informativos sobre diversos segmentos.

Deixe comentário

Seu endereço de e-mail não será publicado. Os campos necessários são marcados com *.