Uma em cada cinco mulheres com mais de 40 anos já realizou um aborto, esses são dados de pesquisas, e revelam que o procedimento faz parte da vida reprodutiva das mulheres.

Algumas mulheres resolvem recorrer ao aborto devido a algum trauma, condições financeiras, ou até mesmo um abuso.

Por conta de todo sofrimento, essas mulheres recorrem ao aborto, na tentativa de acabar com o sofrimento e não lembrarem mais do que aconteceu.

O aborto é um termo utilizado para classificar a interrupção da gravidez antes do período perinatal, ou seja, quando o feto ainda não se desenvolveu completamente.

Muitas mulheres recorrem ao aborto medicamentoso, também conhecido como Pílulas abortivas.

Ao usar pílulas abortivas, a mulher corre o risco de ter sangramentos e cólicas, os sintomas são semelhantes com uma menstruação.

Como funciona?

As pílulas abortivas são medicamentos desenvolvidos para  interromper a gravidez na fase inicial. 

Por isso, é importante que a mulher saiba o quanto antes da gravides e que tome a decisão  mais rápido possível, assim o tratamento será mais eficaz.

Esse é um fator muito importante, se caso a mulher tiver mais de 10 semanas de gravidez, o uso das pílulas abortivas poderão trazer complicações médicas.

Se a mulher tem mais de 15 semanas de gravidez, o recomendado é que se realize o procedimento em uma clínica, para garantir a segurança da mulher.

As pílulas podem causar contrações no útero em qualquer etapa da gravidez, mas há maior risco a partir da semana 12. 

Não é recomendável fazer o uso das pílulas abortivas após a 15° semana, já que o risco de hemorragia e outras complicações são maiores.

Muitas mulheres quando descobrem que estão grávidas e não querem o bebe, decidem comprar misoprostol original, pois esse é um dos remédios que fazem com que as grávidas não engravidem. Mas cada mulher tem sua opinião quanto a este tema. 

Algumas mulheres na gravidez para não sentirem dores na barriga, resolvem comprar cytotec, mas isso não é para mulheres em gestação, pois existem diversos efeitos ruins.

Quais os medicamentos mais utilizados para abortar?

O Misoprostol é utilizado para a prevenção e o tratamento de úlceras gástricas, mas funciona também para a indução do trabalho de parto em mulheres, cuja gravidez está no final, uma vez que produz contrações no útero.

Graças ao seu efeito dilatador é muito usado em vários países para a indução do parto, e juntamente com outros comprimidos, como a mifepristona, provoca a interrupção voluntária da gravidez.

Porém, o nome mais conhecido destes comprimidos é Cytotec, o nome comercial que tem o misoprostol. 

Estes são comprimidos brancos, hexagonais e que têm inscritos o número “1461” numa das faces do comprimido.

É importante conhecer as características reais desse comprimido, para evitar consumir medicamentos abortivos falsificados.

Pois não garantem sua total eficácia,e nem dos efeitos secundários que podem ocorrer.

Sintomas que ocorrem após ingerir as pílulas

Após tomar a Mifepristona, a maioria das mulheres não sentem nada. 

Caso você tenha algum sangramento após tomar a pílula, ainda assim é muito importante que você continue utilizando o Misoprostol para que o procedimento seja bem sucedido.

Após o uso do misoprostol, você irá sentir cólicas e ter um pouco de sangramento, algumas mulheres também expelem coágulos de sangue. 

Não é possível saber a intensidade da dor e do sangramento após ingerir o remédio. 

Isso pode acontecer entre 1 e 2 horas depois de tomar o medicamento.

O sangramento é maior do que a sua menstruação.

Você pode ter sangramento por vários dias ou semanas depois de usar os comprimidos. 

Os  sangramentos e a gravidez devem melhorar aos poucos nas próximas semanas.

Na maioria das vezes este produto de expulsão é misturado com sangue e coágulo, e passa despercebido, mas é importante saber que é normal se caso acontecer.

Não fique assustada, ele pode ser descartado no lixo, embrulhado em absorventes higiênicos, ou despejado no vaso sanitário.

Lembre que cada aborto é diferente um do outro, e os sintomas variam de mulher para mulher.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *