A idade chega e a preocupação em cuidar dos mais velhos é realmente algo que preocupa a maioria das famílias. Dependendo da situação da pessoa pode ser muito caro ou até mesmo perigoso deixar uma pessoa de terceira idade dentro de uma casa comum.

Tratamentos podem ser necessários, ou mesmo pode não haver condições da pessoa ficar sozinha em casa por algum período de tempo. Neste caso, algumas pessoas apostam em algum tipo de curso de cuidador de idosos, enquanto outras contratam profissionais.

Mas muitas vezes o melhor mesmo é procurar os serviços de alguma clínica geriátrica. Exatamente porque ela oferece condições de tratamento mais acessíveis. Além disso, pode trazer um ambiente mais seguro para a pessoa em si.

Seja por conta do resgate rápido, ou mesmo por conta da vigilância e apoio constantes, as clínicas geriátricas estão sendo uma ótima opção de investimento.

Mas como saber que você está realmente escolhendo uma boa opção? Como saber se você está colocando aquele ente querido em um local em que ele será muito bem tratado, auxiliado e protegido por profissionais competentes?

Hoje gostaria de te auxiliar nesta difícil tarefa falando de alguns pontos desafiadores e que podem realmente transformar o futuro de muitos dos envolvidos nesta questão.

Vamos conferir?

Dicas para escolher uma boa clínica geriátrica

Primeiramente é importante dizer que sempre existem limitações em questões geográficas. Entretanto, é melhor investir caro em um serviço de home care do que pagar por um local que pode representar um risco.

Dito isto vamos às dicas:

1 – Verifique pessoalmente as instalações

Pode ser um tanto quanto custoso ou mesmo desagradável passar por várias instalações diferentes, mas é crucial que você tenha a capacidade de visitar pessoalmente e conferir cada cômodo de acesso liberado.

Entenda que folhetos e propagandas podem te mostrar um ambiente ótimo, mas tudo foi feito para mostrar o melhor ângulo possível das coisas. Você só vai ter uma boa capacidade de entender como funciona o local caso esteja presente lá.

Veja se tudo é muito bem higienizado e também verifique a qualidade do conforto das camas e locais para se sentar. Pode ser até mesmo interessante ver alguma atividade programada acontecer para ter uma ideia melhor do ambiente.

2 – Verifique a capacitação dos funcionários

Muitos destes ambientes costumam contar com equipes bastante mistas. Uma boa parte é composta por profissionais capacitados na área da saúde, sejam eles enfermeiros, técnicos em enfermagem ou mesmo médicos graduados.

Estas pessoas podem atuar para manter o tratamento das pessoas sempre em boas condições.

Entretanto é bom saber que a equipe de limpeza e de culinária também estão capacitados para lidar com este tipo de ambientes. Principalmente em questões de segurança, já que a proteção individual será o maior desafio para a maioria das pessoas.

Lembrar de não deixar pisos molhados, assim como sinalizar onde estão trabalhando é crucial para evitar acidentes perigosos.

3 – Confira as rotinas de higiene

Algo crucial para a dignidade da pessoa internada, assim como o seu conforto, é a necessidade de contar com boas rotinas de higiene. E isto se estende para além da higiene pessoal, passando por hábitos de higienização do ambiente também.

Todas as roupas também deverão ser mantidas em boas condições e lavadas com bastante cuidado. Tudo bem que a grande demanda pode dificultar alguns tratamentos especiais, principalmente em clínicas mais humildes.

Entretanto, é importante ter em consideração que elas não estão trazendo desgastes aparentes ou mesmo que permanecem sujas por muito tempo.

É necessário sempre ter uma muda de roupa limpa pronta para o uso. Sem se preocupar com situações que possam ocorrer.

4 – Verifique as condições externas à clínica

Uma coisa que você precisa levar em consideração é exatamente o que é feito logo ao redor da clínica em si. Ela está em um bairro violento? Já houveram casos de tiroteios ou mesmo furtos próximos à clínica?

Assim como é importante saber se o ambiente é silencioso ou se o mesmo é constantemente atacado com poluição sonora. Afinal de contas, bairros residenciais podem ter pessoas que ficam o dia inteiro com caixas de som ligadas ou coisas do tipo.

Outro fator importante é a qualidade do ar e limpeza do local. Se houverem fábricas ou mesmo muitos pontos de despejo de lixo, este não é um bom local.

A acessibilidade também é um ponto crucial, afinal de contas é possível que algo aconteça e exija um atendimento de emergência no hospital. O que de fato vai exigir uma boa flexibilidade no transporte. Minutos muitas vezes serão importantes. 

5 – Confiança

Nós temos instintos, e às vezes é bom escutar eles. Não feche com nenhum local antes de ter a mais absoluta confiança de que você está encontrando um ambiente protegido e dedicado para seu ente querido.

Conversar mais de uma vez irá te poupar muita preocupação no futuro, fazendo com que você tenha uma vida bem mais tranquila no longo prazo.

Até porque não estará constantemente preocupado sobre o que acontece dentro da clínica em si.

Considerações finais

Bom, se você levar todos estes fatores em consideração, provavelmente acabará por fazer uma escolha bem mais segura para o futuro de quem te acompanha. Entretanto é justo dizer que o seu carinho e presença são indispensáveis.

Não é porque a pessoa está sendo bem cuidada que você pode se retirar bruscamente da vida destas pessoas. Então, faça visitas regulares, e se possível até mesmo realize algumas atividades juntos como passeios.

Fazer um curso de primeiros socorros pode ser uma excelente opção para prevenir e remediar situações graves enquanto você está procurando por uma clínica ideal.

Muitos acidentes têm seus danos drasticamente por saber como lidar com eles da maneira adequada.

Lembre-se de sempre ouvir a pessoa que você deixou na clínica. Isto irá facilitar bastante toda a sua avaliação do local por quem está vivendo nele.

Então, espero que estas dicas tenham sido úteis para você, mas se ainda ficou alguma dúvida sobre o tema, sem problemas. Estou à disposição para te ajudar nos comentários, ok?

Até a próxima orientação!

Esse texto foi originalmente desenvolvido pela equipe do blog Certificado Cursos Online, onde você pode encontrar centenas de conteúdos informativos sobre cursos, educação e diversos segmentos.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *