A Importância Da Emissão De Laudos Médicos À Distância!

jun 14, 2021 Blog

om a telemedicina, a emissão de laudos à distância tornou se possível e muito recomendada, por trazer benefícios às clínicas, aos médicos e também aos pacientes.

Quando falamos da emissão de laudos à distância, estamos falando de quando o exame é feito e o médico não precisa estar presente no local para realizar o seu laudo.

Isso é possível com a tecnologia da telerradiologia. Para entender a importância desse processo, continue lendo o artigo até o final.

 

O que é a telerradiologia e a emissão de laudos à distância?

A telerradiologia e a emissão de laudos à distância fazem parte da telemedicina, que é uma área da medicina que vem crescendo muito no Brasil nos últimos anos. Ela tem como objetivo levar o atendimento médico a qualquer um, à distância.

Dentro da telemedicina, a telerradiologia se destaca, por utilizar tecnologia para enviar laudos para pacientes, mesmo que eles estejam muito distantes.

Portanto, a telerradiologia torna possível o envio de dados e imagens radiológicas que irão auxiliar na construção de um laudo médico.

Então, o paciente pode fazer o exame e todos os dados gerados a partir desse exame são enviados para o médico realizar o laudo e diagnóstico. Esses dados são importantes e sigilosos, por isso, é preciso ter muita responsabilidade na utilização dessa tecnologia.

Por causa disso existem alguns padrões e normas que a telerradiologia deve seguir para garantir não só a qualidade da imagem, mas também o seu recebimento correto e segurança, para que o diagnóstico e laudo seja de confiança.

Para que isso seja possível, a imagem é salva sempre em um formato DICOM, e então ela é enviada para o médico responsável pelo laudo. Utiliza-se um sistema chamado PACs, ou Picture Archiving Comunication System.

Esse sistema ajuda a manter o sigilo dos dados e exames enviados, garantindo a privacidade do paciente. Com isso, as únicas pessoas a terem acesso aos exames é quem fez o exame e o médico responsável pelo laudo.

A grande diferença do exame de radiologia tradicional é a emissão de laudos que pode ser feita à distância. Assim, o técnico não precisa estar presencialmente na hora do exame, podendo fazer o laudo remotamente.

 

Como funciona a emissão de laudos à distância?

Antes de mais nada, esses são os exames que podem ser feitos através da telerradiologia e podem ter seus laudos enviados à distância:

·         Ressonância Magnética;

·         Medicina Nuclear;

·         Mamografia;

·         Tomografia;

·         Radiologia;

·         Densitometria óssea.

Na hora de fazer esses exames, é utilizado um equipamento mais moderno, que possui a tecnologia digital. Além disso, é preciso ter uma plataforma de telemedicina instalada no aparelho.

Então, com um técnico treinado e capacitado, não apenas para fazer o exame, mas para utilizar essa tecnologia digital é tudo muito simples.

Portanto, na hora de fazer o exame, o técnico terá acesso a um aparelho digital, que tem como função captar o sinal e o enviar para um aparelho, um computador, que possua o software da telemedicina que irá fazer a conversão da imagem para pixels.

Além disso, há a possibilidade de configurar o equipamento para que o envio das imagens seja feito já no formato correto da plataforma, automaticamente.

Dessa maneira, será necessário apenas entrar no sistema para ter acesso a imagem. Com isso, é possível a avaliar e interpretar para que o laudo possa ser feito remotamente.

Depois dessa análise e da realização do laudo, o médico responsável pode assinar o documento – digitalmente – e ele será liberado em cerca de 20 minutos, para impressão ou envio para o médico que solicitou o exame, ou para o paciente.

Sendo assim, o paciente pode fazer o exame, rapidamente, ir para casa e receber o laudo do médico do conforto da sua casa. Para então, encaminhar ou levar até o seu médico para que seja feito um diagnóstico e indicado um tratamento.

 

Os benefícios da emissão de laudos à distância

Muitas pessoas não entendem qual é a grande novidade disso, ou quais benefícios possibilitar o envio de laudos à distância pode trazer.

Antes de mais nada, com a telerradiologia, você permite a emissão dos laudos à distância e isso proporciona um atendimento mais ágil e, em alguns casos, mais eficiente.

Pois, não há a necessidade de técnicos em radiologia presentes no local do exame, tornando o atendimento mais rápido. Isso faz com que as filas nas clínicas e hospitais para o exame sejam reduzidas.

É muito comum que as clínicas e hospitais tenham menos profissionais técnicos em radiologia do que a demanda exige. Isso faz com que os pacientes tenham que esperar muito nas filas, reduzindo a produtividade e colocando o paciente em maior risco.

Com essa tecnologia, não há a necessidade de contratar muitos radiologistas para trabalhar no local. É possível oferecer o atendimento e o serviço a qualquer momento do dia, sem depender desses profissionais.

Então, com um atendimento mais rápido, a emissão de laudos à distância também fica mais rápida. Pois, as imagens quando são enviadas para os médicos, já vem com a interpretação do radiologista.

Afinal, nesse serviço há sempre uma equipe pronta 24 horas por dia para interpretar as imagens. Dessa maneira, quanto mais rápida a interpretação, mais rápido o médico faz o laudo.

Quanto mais rápido é feito o laudo, mais rápido será o diagnóstico do paciente. Então, o paciente poderá iniciar o tratamento rapidamente e a cura do problema será mais fácil e com maior chance de sucesso.

Além disso, para os hospitais e clínicas há uma redução nos custos operacionais. Porque com a telemedicina, não há a necessidade de uma grande estrutura no local do atendimento. Há uma redução com funcionários, mas também na impressão da chapa e outros aparelhos.

 

Conclusão

Então, agora você sabe todos os benefícios e a importância da emissão e laudos à distância, não só para a clínica, mas principalmente para os pacientes.

Tudo se torna mais simples e rápido, e além de não perder muito tempo, o paciente consegue um diagnóstico mais rapidamente para que o problema seja logo tratado.

E ai, você já usou essa tecnologia para fazer algum exame? Se sim, nos conte a sua experiência nos comentários!

 

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *